sábado, 24 de setembro de 2011

HAVIA TANTO PRA DIZER SOBRE CURITIBA

A equipa de marketing que gere a minha produção literária (pffff…) por vezes manda-me uma lista de referências aos meus livros que encontra na internet. Tais achamentos são sempre um motivo de festa e a minha equipa (esse pessoal bacana e incansável que, mais do que eu, é o verdadeiro responsável pela minha obra) apenas lamenta não poder festejar mais do que duas vezes por ano (uma no Natal, com as respectivas famílias, e outra quando eu faço uma crítica positiva a qualquer coisa minha, sob pseudónimo).

A “sensualíssima”(nome de um dos seus blogs) Pat que, segundo parece, mora em Curitiba, citou uma frase do meu livro “A resistência dos materiais” no seu Twitter. Para ela, as minhas saudações e a promessa de uma recepção calorosa no Rio de Janeiro, se for o caso. Espero, entretanto, que se torne uma seguidora fiel deste blog.

Aqui tá o link para um blog da Pat: http://mundobrasileirissima.blogspot.com/
Aqui tá o link para outro blog da Pat:http://meumundosensual.blogspot.com/

E aqui tá a Pat:




3 comentários:

Pat. disse...

Só agora vi este blog... este post.

Bem, Obrigada por citar meus blogs.
Sobre Curitiba eu sempre faço comentários, mas não é específico da cidade.. até porque, meus blogs não tem esta direção. Eles são simples desabafos da minha alma.

Obrigada pelo carinho.
beijo.

Pat. disse...

Só para deixar registrado:

Foi este trecho que postei.

Pensamos que o tempo espera. Como se isto fosse o castelo de Buzzati: onde cada coisa desmorona se durante muito tempo não é olhada e escurece. Desmoronar é isso, paixão triste, mon amour, natural, meu viajante forte que partiste sem olhar para trás.
(...)
Mas o tempo espera pouco.


E agora o autor aqui fazendo referência ao que escrevi? Realmente foi uma surpresa e uma dedicatória. Muito Obrigada!


Beijo.

Rui Costa disse...

Pat:

Eu li os seus blogs, sei que não são sobre Curitiba (só usei esse título porque em Portugal havia um cara, acho que o Herman José, que estava sempre a dizer "Havia tanto a dizer sobre...").

Ah, esse trecho faz referência ao Dino Buzzati, o autor de um grande livro chamado "O deserto dos tártaros".

Beijinhos,

R