domingo, 30 de outubro de 2011


3 comentários:

LM disse...

Nem preciso de o ouvir. (Estou sem colunas.)
Basta-me o olhar dele para perceber o génio que é e como sou pequenina.

Joana disse...

é pena LM. Se ele fosse realmente grande, sentires-te-ias elevada! A arte tem destas coisas: quer o impossível, nunca nos deixa tropeçar.

Rui Costa (msgtorc@hotmail.com) disse...

LM: és pequenina hoje, que ainda não comeste nenhum croissant