sexta-feira, 21 de outubro de 2011

VOCÊ SABE COM QUEM TÁ A FALAR?



A blogaria é o mundo. E tem os seus estereótipos, como ele. Há estilos que se identificam. Respeitemo-los, porque são formas de estar na vida ;) Aqui vão alguns, tal como eu os vejo:

O POST DA MIÚDA QUE QUER SER ESCRITORA E DÁ UMA DE PÓS-CHIC:

Não sabemos se Rilke aprovaria a última capa da Vanity Fair, esse coágulo pós-moderno de anjos reciclados na liquidez do Bauman (volta Batman, eu perdoo-te!). Salomé não se repete, nem eu, excepto quando o porteiro do meu prédio entoa o miserere de Haydn (era o de Schoenberg, prontos) como se fosse esvair-se a meus pés, descalços, percalços e incertos até à Louis Vuitton mais próxima. Disse-lhe: se me deres todas as coisas supérfluas posso muito bem viver sem as essenciais. O homem não se compadeceu e falou-me do steve jobs, ou daquele gadget novo que serve para entupir os domingos com tarantinos e malicks e bolaños e ferreiras, não, não era para acabar assim, não é ferreira que se chama aquele lugar do petit gateau com cara de bâtom existencial para o tédio dos outros, o domingo, a certain wickedness…ou era?

O POST DO TIPO QUE NÃO SABE ESCREVER FRASES GRANDES E ENTÃO FAZ DE CONTA QUE COM FRASES PEQUENAS É QUE É GIRO E TAL:

Quando não tenho nada pra dizer, não digo. Já disse. Agora a sério: pensei em ti. Na tua forma exacta de quebrar o silêncio com os pedidos mais estapafúrdios. Com os peidos. Mais estapafúrdios. Ou seja, o silêncio, tu e eu. E os pedidos. Os meus. Do IKEA não vale a pena falar.

O POST DO TIPO QUE FODE EM LITERATURA:

Há laurindas que desmaiam e têm achaques com as correntes de ar e assim. Eu só fico bezano quando tou mais de duas horas sem dar lustro ao madeiro e então a nhanha acumula-se e sobe-me ao cérebro. É aqui que eu sei que é dia de raimunda (feia de cara e boa de bunda, como dizem os meus imitadores brazucas). Transbordante e pragmático, o meu tesundo aproveita pra caiar a parede da igreja do outro lado da rua, enquanto as beatas do coro afinam as renhecas […]

4 comentários:

Arame Farpado disse...

Muito, muito bom.
Cumprimentos.

Rui Costa disse...

olá :)

margarete disse...

tinha saudades de te ler a negrito :D muito bom!

Rui Costa disse...

és uma fofa